segunda-feira, novembro 20, 2006

quando
a vida
fica chata
tiro
um sonho
doido
da gaveta
e saio
pela noite
em busca
de poesia

© Ademir Antonio Bacca
do livro “Plano de Vôo”

Um comentário:

Marta disse...

Olá meu amigo, como está vc? Sempre construindo coisas belíssimas para massagear nossa alma calejada pelos reveses nas curvas inesperadas na vida, não é mesmo?
Obrigada, amigo. Obrigada mesmo, porém, quem dera fosse assim tão fácil tirar sonhos da gaveta, ainda mais os sonhos doidos que tanto prazer nos causam.
Que Deus te conserve poeta para facilitar nossa realidade.
Bjs