segunda-feira, novembro 06, 2006



As pitangueiras em frente ao SESC

Em frente à unidade do SESC, em homenagem ao Congresso Brasileiro de Poesia, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente plantou, em anos alternados, duas pitangueiras. Para nossa alegria, tanto a maior quanto a menor delas, certamente em homenagem ao maior de todos os congressos já realizados, estão neste novembro que mal iniciou, carregadas de frutos. Peguei minha câmera e fiz um registro para dividir com todos os poetas que já participaram de plantios de pitangueiras em Bento Gonçalves, para que mesmo virtualmente, sintam o sabor das pitangas que embelezam nossos olhos.

9 comentários:

MariaAngélica disse...

É claro que uma foto tão linda desperta os sentidos e a capacidade de sentir os sabores mesmo virtualmente. Obrigada por nos proporcionar isso.

Terezinha Manczak disse...

Que delícia, Ademir!
É chover no molhado dizer isso, mas foi inteligente plantar, a boa semente dá bons frutos.
Longa vida às pitangueiras!
Terezinha

Christina Herrmann disse...

Ade, estes são os frutos, principalmente, do teu amor, esforço e muito suor em prol da cultura brasileira.

Parabéns a todos nós poetas pelo privilégio em poder vivenciar isso visitando o Congresso em Bento.

Chris

Andréa Motta disse...

Ademir,
Linda fotografia! vou guarda-la aqui ;). Imagino que as árvores estejam lindas.
É engraçado, ainda criança, plantei no quintal de casa, minha primeira árvore..e advinhe qual foi?? Uma linda pitangueira! ( naquela época não poderia imaginar..o que o futuro me reservava...).
Boa semana.
Beijos
Andréa

Anônimo disse...

Só posso dizer que a felicidade com que vc vivencia as coisas mais simples como a frutificação das pitangueiras, mostra a sensibilidade do poeta e o empenho pelo sucesso dos Congressos que vc realiza. Linda foto! =)

Yumi disse...

O anônimo sou eu! esse blogger!!

M.Lia disse...

Carissimo Poeta Ademir,
Carregadinha de teu carinho e dedicação está a nossa pitangueira, nós os poetas te agradecemos.
Que linda foto.
Ela será a eterna recordação dos dias de enlevo que vivemos em BENTO GONÇALVES.
Vibra a vida na colheita dos frutos avermelhados , semelhantes a "inspiração/transpiração" dos poetas.
Vida longa às Pitangueiras, plantadas ao som de melodias líricas !

Grata poeta Ademir,
M.Lia

Sônia Mª Grillo - B@by® disse...

Que maravilha meu amigo Bacca! Gostaria muito de estar aí nesse novembro para apreciar "in loco" essa beleza de pitangueira! Ai que saudade dos dias do Congresso!
Abração,
Sônia Maria Grillo - B@by®

Idalina de Carvalho disse...

Adoro pitangas... têm o sabor da minha infância, quando meus irmãos vinham da pescaria com os bolsos carregados dessas frutinhas que mais parecem brinquedos de criança.
Linda a pitangueira.