sexta-feira, abril 28, 2006

FERNANDO PESSOA by adebach
A minha homenagem ao grande poeta português, que me apareceu assim numa das minhas incursões pela arte digital numa madrugada qualquer de 2005
Técnica: Fractal - Programa utilizado: Apophysis

14 comentários:

Annemarie disse...

Fernando Pessoa, escreveu seu primeiro poema , intitulado À Minha Querida Mamã, aos
sete anos de idade.
À partir da morte de sua mãe ergueu-se sua obra literária.
Eu particularmente gosto de vários poemas escritos por ele.
Dentre muitos escolhidos por mim, gosto deste:

Como é o seu processo criativo?

As vezes tenho idéias felizes,
Idéias subitamente felizes, em idéias
E nas palavras em que naturalmente se despegam...
Depois de escrever, leio...
Por que escrevi isto?
Onde fui buscar isto?
De onde me veio isto? Isto é melhor do que eu...
Seremos nós nesse mundo apenas canetas com tinta
Com que alguém escreve a valer o que nós aqui traçamos?...

Álvaro de Campos

Ademir, aprecio sua arte digital, sua criatividade , seu trabalho literário...
continue nos presenteando com coisas lindas, parabéns!
Bjs da amiga,
Annemarie.

Ludiro disse...

De todos os seu belos fractais aqui postado, este muito me encantou, ficou divino aos olhos humildes de humanos que possuo.
Parabéns amigos por esta arte tão maravilhosa e inspiradora!!

Belas poesias e belas imágens, por tráz desta maravilha destáca-se Um grande poeta!

Seu amigo
^^[b][i]Ludiro[/b][/i]^^

Jorge Barreto disse...

Bela obra Ademir...Seus trabalhos estão d+...Grande abraço

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

este é especialmente lindo (será que é porque tenho a sorte de ter esse fractal e poder "adnamorá-lo" sempre e mais?) *;)

ade, sei que aqui não é o lugar mais adequado, mas aproveitando a visita e antes que o tempo passe e eu retarde ainda mais minha resposta ao projeto da antologia dos autores em sala de aula, reserve espaço para mim nesse book, pelamordedeus!
depois te escrevo (escrevo sim, juro) para saber dos detalhes ~> achei ótima a idéia!

beijo,
val

Clauky Saba disse...

Bacca,

Adorei! Esses acasos-casuais-nada-por-acaso são maravilhosos, não é mesmo? Ficou muito interessante esse perfil de Pessoa em Fernando digitalizado. Parabéns!

Poetabraços

Clauky

carlos pessoa rosa disse...

Ademir:

Gosto muito dos Factrais, o do Fernando Pessoa tem algo de Surreal e Futurista, gosto do movimento e da fragmentação.

Abraços,

Carlos - meiotom

Verluci Almeida disse...

Nada a ver com ele, mas lembrou-me Dalí. rs
Sou uma simples mortal, que nada entende de sua arte e digo o que sinto!

Quanto a Pessoa, meu Flogão fala por mim. O título é uma frase deste Poeta do qual sou fã de carteirinha:

" Põe quanto és, no mínimo que fazes "

Estou em falta contigo. Perguntastes qual poema que mais gostei para responder em tua Comunidade.

Como ainda não terminei de ler teu livro 'Plano de Vôo', estou dando um tempinho, okay?

Mas, logo lá estarei sim!

Um beijo
Verluci Almeida
.

roziner disse...

Ademir,

impressiona-me sobremaneira a sua arte: as poesias estão repletas de sinestesias. Viajo por elas, sinto o sabor, vejo as cenas, sinto o cheiro tão "reais" das palavras que as compõem. Mas me impressionou muito também os fractais! Lindíssimos!

Parabéns por essa capacidade criadora espetacular!

Graça Carpes disse...

Não conhecia teu domínio na arte digital.

Muito bom e... Belo!

Bjo

:)

Simone M Santos disse...

Ademir
andei navegando pelo seu blog,
coisa linda!
sem mais palavras
as palavras você já disse todas
beijos

Luiz Alberto Machado disse...

Valeu, Bacca, está cada vez melhor, meu amigo.
Abração
www.luizalbertomachado.com

Mônica Montone disse...

Uaaaaaaau, ficou ótimo isso, Bacca...

Beijos,

MM

Anônimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»