quinta-feira, fevereiro 22, 2007

não quero saber
dos teus segredos
nem da tua história

de ti
me basta o mistério
daqueles que desembarcam
dos sonhos
das madrugadas furtivas
e se lançam ao mar
sem medo da tempestade

© Ademir Antonio Bacca

Um comentário:

Marisa disse...

Rsss...
Por que me toca tudo isso?
Por quem me tomas, leitor sem juízo?
rsss