sábado, fevereiro 10, 2007

Arte: gravura em cobre de Fernando Gomes
Um dos maiores épicos portugueses, LUIZ VAZ DE CAMÕES, nasceu no dia 04 de fevereiro de 1524, em Lisboa. É conhecido há séculos, principalmente pela obra “Os Lusíadas”. Amplamente traduzido e admirado, é considerado por muitos a figura maior da língua e da literatura portuguesas. São suas a coletâneas das Rimas (1595, obra lírica), o Auto dos Anfitriões, o Auto de Filodemo (1587), o Auto de El-Rei Seleuco (1645) e Os Lusíadas (1572). Morreu em 1580.

Amor é fogo que arde sem se ver

© Luis Vaz de Camões

Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?


Um comentário:

Dora disse...

Meu querido amigo Ademir:
Seu blog eh muito "especial"!
Aqui...se encontra....amor...carinho e dedicação.
Parabéns!!!

Beijos

Dora Beltrão
www.mandandoprarede.com.br
http://dorabeltrao.blog.terra.com.br