sexta-feira, junho 02, 2006

é preciso
apaziguar
o medo
que nos inquieta

a paixão
não é só
mar revolto
em noite
de temporal

é também
porto de chegada,
braços abertos
para as nossas
inquietações

© Ademir Antonio Bacca
do livro “Pandorgas ao Vento”

2 comentários:

Christina M. Herrmann disse...

Ah, que belas e verdadeiras palavras, Ademir. Dispensa maiores comentários.
Abraços, meu amigo.

Chris

Marta disse...

Sim, paixão tb é aconchego.