sábado, agosto 12, 2006

Ternura esquecida

De repente,
um sorriso...
um abraço...
uma palavra de amor.
Coisas tuas
que me fazem esquecer
o cansaço e a insônia.

Coisas tuas que lembram
que dividimos um mesmo sonho,
um mesmo drama.

De repente,
um sorriso...
um abraço...
um beijo.
Coisas tuas
que me lembram
uma ternura esquecida,
perdida no tempo.

Em mim
e em ti.

© Ademir Antonio Bacca
do livro “Asas e Coração”

Um comentário:

Geórgia disse...

Essa é daquelas que a gente lê e fecha o livro pra ficar olhando pras paredes. Pensando. Beijo.