terça-feira, agosto 22, 2006

Arte: Baptistão

Maluco Beleza

Em 21 de agosto de 1989, morre Raul Seixas, um dos grandes músicos brasileiros. "Raulzito" gravou mais de 20 discos, teve cinco esposas e sofreu com o alcoolismo, que lhe rendeu uma pancreatite aguda, motivo de sua morte. Seu estilo fundiu o rock com todos os ritmos brasileiros, do xote ao baião.

Medo da Chuva

É pena
Que você pense que eu sou
seu escravo
Dizendo que eu sou seu marido
E não posso partir
Como as pedras imóveis na praia
Eu fico ao teu lado sem saber
Dos amores que a vida me trouxe
E não pude viver

Eu perdi o meu medo
Meu medo, meu medo da chuva
Pois a chuva voltando pra terra
Traz coisas do ar
Aprendi o segredo
O segredo, o segredo da vida
Vendo as pedras que choram
sozinhas no mesmo lugar

E não posso entender
Tanta gente aceitando a mentira
De que os sonhos desfazem
Aquilo que o padre falou
Porque quando eu jurei
Meu amor eu traí a mim mesmo
Hoje eu sei que ninguém nesse mundo
É feliz tendo amado uma vez
Uma vez

Eu perdi o meu medo
Meu medo, meu medo da chuva
Pois a chuva voltando pra terra
Traz coisas do ar
Aprendi o segredo
O segredo, o segredo da vida
Vendo as pedras que choram
sozinhas no mesmo lugar
Vendo as pedras que choram
sozinhas no mesmo lugar
Vendo as pedras que sonham
sozinhas no mesmo lugar


© Raul Seixas e Paulo Coelho


3 comentários:

Cristiano Contreiras disse...

Gosto de 'a maça', para mim a melhor musica dele!

Anônimo disse...

Gosto muito do Raul, pra mim ele continua bem vivo. A música que mais gosto é Maluco Beleza.
Bom final de semana querido amigo.Beijinhos, Andréa Motta

Mônica Montone disse...

Salve Raul!!!! Muito legal essa caricatura!!

Bacca, querido, você recebeu meus e-mails e scraps respondendo sua pergunta em relação as passagens? Fiquei preocupada por você não ter respondido!! Espero que esteja tudo ok!!!

Precisamos conversar e definir direitinho o que será que será, né?

Beijocas e boa semana,

MM

Ps: Dei uma sumidinha porque estive viajando [fomos para Bienal de Fortaleza]