segunda-feira, março 07, 2011

se fosse verdade
que o coração se parte
por amor
o meu certamente estaria
em pedaços
tantas as paixões
em que ele se meteu

não, o coração
não quebra,
mas isso não serve
de consolo:

ele enfarta

e quase nunca
de paixão

© Ademir Antonio Bacca

6 comentários:

A. disse...

certamente o meu tb estaria em pedaços.
:)
beijo

anita disse...

Verdade absoluta para corações sensíveis.

Ricardo Alfaya disse...

Muito bom esse poema, Ademir. Abcs,
Ricardo Alfaya

Gi Zamai disse...

Lindo, lindo! Concordo contigo, belo blog, belas palavras...Espero sua visita ao meu blog, onde amo falar de amor...
gizamai.blogspot.com
abraços

Dú Karmona disse...

Tudo muito lindo por aqui amigo...
Belo texto, reflexivo!
bj na alma!

Andrea Lucia disse...

risossss

Adorei o poema!! Essa de o coração não partir, mas enfartar foi ótima!!

Só acho que uma paixão não correspondida pode levar ao enfarte, sim e rápido!!...risoss (tamanha dor que essa falta de correspondência traz).

Beijos