segunda-feira, março 21, 2011

da dor da saudade

nas lágrimas
do meu filho
descubro
que a saudade
muitas vezes
começa a doer
bem antes
da ausência.

© Ademir Antonio Bacca

2 comentários:

Sérgio Araujo / Chico Araujo disse...

Uma dor como a saudade, não em tempo, não tem idade; é como o amor, que costuma chegar sem dizer antes que vinha, sem antecipar nem tempo nem a quem se destina ou por quem desatina.

Abraço do Chico, poeta Bacca.

Andrea Lucia disse...

Com certeza!!!

Belo poema!!

Beijos