segunda-feira, março 21, 2011

contrariando caetano

na verdade
eu queria mesmo
era viver
a favor do vento

© Ademir Antonio Bacca
do livro “O Grito por dentro das palavras”

2 comentários:

Mardilê Friedrich Fabre disse...

Oi Ademir, criativo. Bonito teu blog. Encantam-me teus posts. Abrs. Mardilê

Simiane disse...

"Según el favor del viento me voy, me voy". Muito legal esse poema.

Simiane