quarta-feira, fevereiro 13, 2008

tudo errado

espia
a vida
que passa
por ela
a moça
debruçada
na janela

ao invés
de correr
atrás dela

© Ademir Antonio Bacca
do livro “Grito por dentro das palavras”

5 comentários:

vildete pessutto disse...

OI ADEMIR,
MARAVILHOSO, VERDADEIRO


UM GRANDE ABRÇAO

VILDETE

Marisa disse...

fardo
.
enquanto moça
debruça sobre a vida
como quem tem tempo
ou possa

depois corre atrás
da mesma imagem
no velho espelho
e - assim - nem vê a vida

quando, finalmente, faz-se a curva
para última reta,
pára e senta na calçada
com a vida sobre ela
debruçada
.
MLy

Reflexo d'Alma disse...

Mas eu gosto de de ficar na janela olhando o movimento , moro em um quarto andar...
mas sempre vou com seguindo a vida ...vou e volto correndo.
Porque como diz Cecilia :no umtimo andar é mais bonito.
Linda poesia.
Bjins entre sonhos e delírios

verluci disse...

Tenho uma parecido... com uma foto de uma moça linda, à janela...

'debruçada à janela
a vida passa por ela'


Abraço

Andrea lucia disse...

Perfeito!!
Nada mais acomodado e pacato do que ver a vida passar sem se arriscar a pular da janela e correr atrás dela!
Bjs,
Andrea.