quarta-feira, fevereiro 13, 2008

grafite

teu nome
grafitado na parede
da memória
é marca que ficou
em mim
de um tempo
que o teu relógio
não contou.

© Ademir Antonio Bacca
do livro “Grito por dentro das palavras”

Um comentário:

Andrea Lucia disse...

Belo, porém triste!!
Passar desapercebido no "tempo" de alguém... Bom, assim o interpretei.
Bjs,
Andrea.