domingo, janeiro 14, 2007

eu já não quero mais
a loucura da paixão

a mim me basta te amar
assim meio sem jeito,
feito menino aprendiz

já não me atraem
as luzes todas da sedução

há muito,
mariposa descuidada,
me deixei enganar
pelo brilho indecente
do teu olhar.

© Ademir Antonio Bacca
do livro: “O Relógio de Alice”

5 comentários:

karla leopoldino disse...

é sempre muito bom visitar teu recanto encantado de verso e prosa,e me deliciar com tantas rimas... abraços poéticos...

Vanda Facchini disse...

Oi Ademir, que bom te encontrar por aqui. Aproveitei para visitar o teu recanto e me encantei com tuas postagens. Eu só conhecia os teus livros que contam histórias e casos divertidos, inclusive estive presente em todos os lançamentos deste o "Marieta... lançado no dia 15/12/89 (que está com a tua dedicatória)Eu também gosto de escrever. Embora não seja poetisa, gosto de brincar com as palavras. Sei que aqui na cidade acontecem encontros de poetas e gostaria muito de participar para conhecer e me deliciar com os trabalhos.Quando souberes de algum encontro me avisa, ok?
Vou deixar meu endereço para te comunicares comigo, se puderes é claro!
Obrigada e parabéns pelo Blog.
Foi bom te encontrar.
Um abraço com carinho e admiração.

Vanda Facchini
adnav@terra.com.br
BGonçalves, 19/01/07

nancy moises disse...

Eii estou com saudades .
Passando p/ ver as novidades te desejar um feliz 2007 e oferecer a vc o award “FELICIDADE” DO Lua em Poemas...
bjs e boa noite
opss te mandei um email ok?

Anônimo disse...

"...a mim me basta te amar
assim meio sem jeito,
feito menino aprendiz..."

Me encantei com a beleza desses versos e também amigo pelo bom gosto e organização do blog. ESPETACULAR !

Um beijo...meu.

Izabel T. da Rosa disse...

O comentário acima é meu.
Beijo querido.