segunda-feira, maio 11, 2009


Arte: Fraga
“Não faço poesia
quando quero
e sim quando ela,
poesia, quer.”

MANUEL BANDEIRA
(19/04/1886 – 13/10/1968)

4 comentários:

SAM disse...

Uma bela frase e uma ótima ilustração.

Beijo

orlando pinhº d-silva disse...

se ela dança
- a palavra -
eu danço

Stella disse...

adorei a frase do bandeira
e a do orlando tb
rs

Paola Caumo disse...

Oi Bacca,
Tá chegando a hora de mais um Congresso. "A festa da poesia em Bento". Sucesso nessa jornada.
Como diz esse poema do Bandeira, faço poesia quando ela quer, e nesse último ano, ela não anda (me) querendo.
Te adicionei no meu blog:
www.paolacaumo.blogspot.com.
Beijão
Paola