quarta-feira, dezembro 08, 2010

dois em um

há em mim
um lado romântico
que transpira poesia
algumas horas por dia
e um lado prático
que lava os pratos
enquanto o sono não vem

© ADEMIR ANTONIO BACCA
da antologia “Poesia do Brasil” – Volume 11

9 comentários:

Andrea Lucia disse...

É...é o cotidiano metódico e enfadonho sobrepujando a inspiração espontânea. Fazer o que se temos que dar conta dos dois? (e, por vezes, dar conta mais do que isso??)

Anônimo disse...

adoro essa capacidade de fazer poesia com o dia-a-dia. A vida fica mais bela. Bj, Beth Almeida

Bichinho do mato disse...

Sempre a nos presentear com coisas maravilhosas.

Abraços de Luz

Ricardo Mainieri disse...

O cotidiano é um de meus temas prediletos.
É isso, mesmo, Bacca: o peota é pau pra toda obra...

Abraço.

Ricardo Mainieri

Anônimo disse...

Vim passear por aqui e encontrei um poeta com P maíusculo.
Théo Drummond

Anônimo disse...

Vim dar um passeio literário por aqui e encontrei um poeta com P´
maiúsculo.
Abraço do
Théo Drummpnd

Clivia Bulhões disse...

O que me encanta neste poeta, é a capacidade de escrever o que eu gostaria de ter escrito.
Continuo sua fã!!!!!!!

SAM disse...

Poeta,

adoro e admiro a sua arte poética.



Beijos

MLy! disse...

lavo os pratos
com o suor
do amor cotidiano