sexta-feira, novembro 22, 2013

tem dias que o poema...



tem dias
que o poema
é um voo
que não leva
a lugar nenhum

© Ademir Antonio Bacca
Do livro: “Grito por dentro das palavras”

3 comentários:

Antonio Lopes disse...

o pior é que é verdade,às vezes as palavras se vão com ventos próprios

Anônimo disse...

Pura verdade. abs.

Ricardo Mainieri disse...

aparentemente não leva a lugar nenhum. no entanto ao íntimo do poeta, ele leva e o desnuda...