sexta-feira, julho 20, 2012

A todos meus amigos,
no Dia do Amigo

 Arte: Elifas Andreatto

"Eu poderia suportar, embora não sem dor,
Que tivessem morrido todos meus amores ,
Mas enlouqueceria se morressem ,
Todos os meus amigos."

Vinicius de Moraes
1913 - 1980

2 comentários:

Malu disse...

Passando para prestigiar suas páginas e conhecer seu conteúdo. Um grande abraço

Nadilce Beatriz disse...

Amo Vinícius.
Teu blog é excelente!!
Te seguindo.

Fiquei surpresa ao receber um email de um amigo, no qual me envia uma foto de Serafina.
Uma foto da neve de 1965, eu tinha a idade de 11 anos. Não vou esquecer. Enchi um copo e coloquei açúcar...
Igual surpresa ao saber que és serafinense.
Saí daquela terra, terra mesmo, pois vivíamos no pó, e lembro daquele lugar maravilhoso.
Fui embora de Serafina com 21 anos. Fomos para PFundo, casei, rodei meio Estado...Atualmente resido em Caxias do Sul.
Hoje sei que era um pedacinho do paraíso, e como desejaria voltar para àquela época!!!! Serafina, hoje é cidade, com tudo o que tem direito uma cidade grande, além de assaltos, drogas... Ficou sem graça. Eu guardo a Serafina Corrêa da minha infância até os 17 anos, depois, ela perdeu o encanto.
Que saudades daqueles verões com cheiro de pó molhado, do sino da igreja, das geadas que nem sentíamos! Era tão normal passar frio...
Daquele silêncio noturno cheio de estrelas de verdade, grilos, pirilampos, riachos...
Te escrevo para te parabenizar com orgulho.
Conheço teus trabalhos, tua poesia, em fim teu talento que, creio nasceu ainda em Serafina, em nossa terra natal.
Este ano minha filha (única), se forma em jornalismo. Sei que ela não pende para o lado 'jornalista', é uma desenhista talentosa de berço, mas sei que é capaz de abraços a profissão, pois esta contém inúmeras faces, não é mesmo?
Quanto a mim, escrevo, escrevo...
Não tenho livro publicado, embora já tenha recebido vários convites. Falando com sinceridade literária, não sinto a menor vontade em me expor, e tu como ninguém, sabes quanta porcaria há por aí sendo 'lançada' (literalmente), quanta adulação...Escrever é fácil hoje em dia, mas transmitir a alma é dom que nasce sem exercícios.
Não saberia dizer a quantia de poesias que possuo. Ano passado, iniciei um blog WWW.escrevendootempo.zip.net, mas o pobrezinho não recebe muita atenção. E não me perguntes porquê fui fazer um blog UOL!!!
Possuo bons contatos, mas como minha mãe está sob meus cuidados tenho abdicado de vários convites. Ano passado participei aqui em Caxias, mas não há como me dedicar por inteiro, então eu desisti, apesar de conquistar alguns troféus.
Troian, conheces? Gosta do tema que uso em minhas poesias: o tempo, e segundo ele, sou 'vertical'.
Aí está, uma 'prosinha', para alguém que nasceu onde nasci, és um escritor de brilho próprio, com idéias aninhadas sobre a vida e cheias de propósitos. Minha opinião pessoal.
Sucesso
Um grande abraço.

Nadilce Beatriz Zanatta
nadi.beaze@gmail.com
Tentei te enviar por email, mas não foi, então é ler e apagar.
Ciao